“Não podemos ser vistos como uma mera câmara municipal do país”

Por Patricia Alves
Partilhar

O vice-presidente do Governo Regional considera que o
Presidente da República deveria ter aproveitado as celebrações do Dia de
Portugal na Madeira para focar a questão da autonomia e do relacionamento que “hoje
deve ser revisto e repensado entre o Governo da República e as Regiões
Autónomas”.
Pedro Calado defende que “nós não podemos ser vistos
como uma mera câmara municipal do país” e que é importante “transmitir para todo
o país o peso que nós devemos ter, a autonomia que foi conquistada e o
c